Make your own free website on Tripod.com

Depoimento de João Affonso  -  South American Khatru

 

O dia 11 de março de 99 foi um dia inesquecível! Saí de minha casa às 20:45hs com direção certa... Mr. Blues, Av. São Gabriel... no caminho, muitos sentimentos passeavam pela minha mente... banda cover do Yes... e se o vocalista não der conta?... e se estragarem Close to the Edge?... legal encontrar novamente esse pessoal do SAK... estou feliz em ter conhecido tanta gente legal... justo eu que não sou muito de fazer amizades...

No curto trajeto até o bar, minha esposa muito preocupada com nossa filhinha na casa de sua mãe e com a chatice que seria o show, sim, porque o Yes era uma banda chata e barulhenta, com uma ou duas músicas que se salvavam... Chegamos ao local, os primeiros, e enquanto estacionava o carro escutei alguns acordes de And You And I num violão... pensei: "bem, ao menos o guitarrista sabe essa".... Quando entrava, em busca da reservada mesa, escutei uma voz, e os versos mágicos: "Even Siberia, goes through the motions... Hold out and hold up"... o que era aquilo? Será possível que eu realmente havia encontrado um Jon Anderson cover, com toda a complexidade que sua voz exigia... Sentei, pedi um chopp... não tinha... não seria dessa vez um Yeschopp... logo foram chegando alguns amigos: Edu Barsa, Edu Garcia entre outros... conversa vai, conversa vem, a banda resolve fazer um warm-up, e solta Yours Is No Disgrace... Fiquei literalmente boquiaberto, ensandecido, tamanha a perfeição e concentração dos caras naquele aquecimento...

Nesse instante, todas as dúvidas se dissiparam da minha mente e do meu coração, e eu percebi que tinha encontrado um lugar para mim... estava feliz... Outros sakianos foram chegando, e eu, na minha chatice costumeira, tentava explicar que a banda era tudo o que haviam dito e muito mais, ia além do padrão cover, e atingia a inimaginável condição de clone, daquilo que eu, na minha crassa ignorância, considerava inatingível... clone do físico pode-se até conceber nos dias de hoje, mas, e clone do abstrato, clone daquilo que toca o coração e a alma, como explicar?... alguém já beijou a moça errada e sentiu nela a chama do Amor da mulher amada?

De repente, as luzes se apagam, meu coração um pouco mais ligeiro: "É agora, Firebird Suite vai começar"... não, não era truque da banda, e sim um inexplicável blackout tomando conta de grande parte do país... a luz se foi, e não voltou... mas o brilho que esses músicos haviam deixado no meu espírito estava marcado de tal forma, que não eram necessárias mais provas, só restava a ansiedade de uma nova data e um novo primeiro show... a primeira impressão é a que fica, mas a primeira boa impressão é a que marca... Hoje em dia, minha esposa não quer perder nenhum show da Yessongs... não, eu não troquei de esposa... a Yessongs é que conquistou mais um coração Yesfanático... Obrigado Yessongs e força sempre...

Jon Affonson